Motivação | Bonhotel

Como a saúde bucal afeta sua qualidade de vida?

64

Hoje em dia já se sabe muito, graças aos avanços dos estudos e da circularização das informações, a respeito da relação entre a saúde bucal e a qualidade de vida.

Quando falamos em qualidade de vida, estamos levando em consideração alguns aspectos como o bem-estar físico e mental, por exemplo.

A autoestima é uma das características de bem-estar que interferem diretamente na nossa forma de lidar com os problemas cotidianos, tendo relação direta com nossas formas de relacionamentos interpessoais e se expandindo para área profissional.

Sendo o sorriso um dos principais cartões de visita estético, muito já se busca no mercado sobre harmonização e correção dos dentes, pois isso melhora a autoestima e deixa a pessoa mais feliz e confiante consigo mesma.

Outros procedimentos estéticos mais procurados no mercado são:

  • Restauração de porcelana;
  • Encurtamento ou alongamento da gengiva;
  • Bichectomia;
  • Lente de contato para dentes;
  • Preenchimento facial com ácido hialurônico.

A odontologia estética é, portanto, a área que detém o conhecimento sobre a arcada dentária e musculatura facial necessários para realizar procedimentos que visam a melhor harmonização facial e correção de estrutura/coloração dental.

Com isso, consegue-se devolver a confiança dos pacientes ao sorrir e, assim, melhorar a autoestima e estado mental do indivíduo.

Em alguns casos severos, pode ser necessário um dentista especialista em prótese, caso haja perda dos dentes que necessitem ser substituídos.

Vale lembrar, que o ideal para manter a saúde bucal em dia é possuir um acompanhamento rotineiro com o profissional odontológico, pois é ele que fará a análise necessária para saber quais procedimentos podem ser adotados para cada caso específico. 

Também é durante a consulta que exames podem indicar possíveis problemas futuros que podem ser evitados com um tratamento prévio. O dentista especialista em canal é quem pode, através de exames, identificar outras formações bacterianas.

Além de problemas relacionados à estética, existem outras condições bucais relacionadas à nossa qualidade de vida, como alguns problemas estruturais que causam desconforto e dor ao falar, mastigar e outras ações básicas em que temos algum movimento da musculatura da face. 

Por isso, é fundamental que, além de optar por procedimentos estéticos, você cuide da sua saúde bucal da devida maneira, sempre fazendo a higienização de forma adequada e procurando por limpeza dentária preço.

 A seguir, vamos conhecer a seguir algumas dessas doenças, seus sintomas e tratamentos.

Distonia Oromandibular

Distonia é o nome atribuído ao conjunto de doenças que causam contrações musculares involuntárias. 

Essa classe de doença pode acometer o corpo todo, chamada de distonia generalizada, ou ficar restrita a uma musculatura ou parte do corpo específica, sendo chamada de distonia focal.

Como no caso da maioria das distonias oromandibulares ser do tipo segmentada, significa que as contrações afetam áreas vizinhas.

Causas

Os quadros de distonia são divididos em dois grandes grupos, os primários e secundários.

No primeiro caso, correspondente a 50% dos pacientes diagnosticados com distonia, a condição está associada ao quadro segmentado, ou seja, há um envolvimento com os músculos da face e do pescoço.

Sintomas

Os sintomas são variados e dependem de quais músculos estão envolvidos.

No caso dos músculos mandibulares percebe-se:

  • Tremor e dor na mandíbula;
  • Dificuldade de abrir e fechar a boca;
  • Dificuldade na mastigação;
  • Mordedura involuntária da língua ou bochechas.

Já na região da boca e língua destacam-se sintomas como:

  • Torção da boca e lábios.
  • Língua protusa;
  • Dificuldade de engolir e de fala.

Tratamento

Não existe cura para a distonia oromandibular, portanto os principais tratamentos visam diminuir os sintomas, sendo usados medicamentos que atuam na diminuição da contração muscular, ou aplicação de Toxina Botulínica (Botox), inibindo a liberação de acetilcolina sobre os nervos, diminuindo as contrações.

Disfunção da articulação temporomandibular (ATM)

A disfunção da ATM é uma doença caracterizada por problemas na articulação temporomandibular e/ou dos músculos responsáveis pela mastigação.

Causas

As causas mais comuns estão relacionadas com problemas estruturais na arcada dentária como mordida errada, falta de dentes, ranger de dentes durante o dia ou a noite, como é o caso do bruxismo.

Sintomas mais comuns

  • Dores de cabeça, ouvido, fundo dos olhos e têmpora;
  • Zumbidos no ouvido;
  • Desgastes excessivos dos dentes;
  • Mandíbula travada;
  • Dor ao mastigar.

Tratamento

Existem diversos tipos de tratamento para esta condição, e eles dependerão da particularidade de cada caso, os mais simples podem ser tratados com uso de placas de mordida, fisioterapias ou técnicas de relaxamento.

Já alguns casos mais severos, podem precisar de intervenções como a terapia a laser ou, se for preciso, uma cirurgia DTM, indicada quando os outros procedimentos não surtiram efeito.
Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog Qualivida Online, site no qual é possível encontrar diversas informações e conteúdos sobre os cuidados com a saúde física e mental.

Usamos cookies para garantir que oferecemos a melhor experiência em nosso site. Se você continuar a usar este site, assumiremos que está satisfeito com ele. Aceito Consulte mais informação